Genética Castilho segue a escrita da raça Sindi na ExpoZebu

Rebanho AJCF brilhou em todos os eventos que esteve presente e impressionou pela qualidade dos animais.

A hegemonia genética do rebanho criado e melhorado pelo selecionador Adaldio Castilho e sua família, foi evidenciada mais uma vez na ExpoZebu 2019. Na pista de julgamento, entre muitos prêmios de categoria, dobradinha de machos com Féron AJCF sendo sagrado como Grande Campeão, seguido por Ieray AJCF como reservado. Nas fêmeas a Grande Campeã Groselha FIV AJCF, apresentada pelo Sindi Don, é uma crioula do plantel Castilho, assim como a Matriz Modelo, Boina Fiv AJCF, hoje propriedade do Sindi OT. O melhor reprodutor Sindi foi novamente o raçador Querente da Estiva que tem muitos descendentes de várias gerações premiados nos principais rebanhos do país. “Eu fiquei muito feliz nessa edição histórica da ExpoZebu porque no cinquentenário da ABCZ, meu pai ganhou os principais prêmios das fêmeas e se destacou muito. E agora no centenário conseguimos um feito de igual relevância com o desempenho dos nossos animais. Isso mostra que estamos honrando o legado da família e a nobreza dessa atividade essencial ao pais”, diz o criador Adaldio Castilho.

No 41º Concurso Leiteiro da ExpoZebu, a vaca Elisa FIV Cariri que foi Grande Campeã com produção total de 93,427 litros e a reservada Belga FIV AJCF, que registrou 91,810 litros pertencem ao criatório, assim como a matriz Torênia da Estiva, que aos 7 anos e com 6 partos naturais, foi a vice campeã na categoria Persistência para juntar o título aos dois prêmios seguidos de Matriz Cláudio Sabino de Carvalho.

“Adaldio é muito atuante na exposição e uma referência no mercado. Ele foi o criador que mais levou animais e mobiliza toda a família para esse projeto maravilhoso de pecuária sustentável e de altíssima qualidade. Os Castilho são embaixadores da raça e trabalham duro propagando as qualidades do Sindi e atraindo novos criadores e associados para a entidade. Eu mesma vi o Adaldio, que é nosso vice-presidente, trazer várias pessoas para se filiarem”, declara a assessora de imprensa da ABCSindi, Márcia Benevenuto.

Na ExpoZebu que marcou o centenário da ABCZ, o 9º Leilão Essência da Raça Sindi foi um capítulo a parte na saga dos Castilho.

O remate que foi um dos primeiros a resgatar o brilho da raça na maior mostra de zebuínos do mundo e tem tradição de comercializar recordistas de preços e animais premiados como Querente, Jangada, Triagem, Frida e Xilon, além da genética de grandes criadores convidados seguiu com resultados ascendentes e que apresentaram evolução. “O leilão Essência é o mais tradicional do Sindi na ExpoZebu. Registramos nessa edição uma taxa de crescimento de 65%. As médias ficaram em R$ 32 mil para fêmeas, R$ 43,2 mil para machos e R$ 23,6 mil foi a média das prenhezes”, conta o diretor da empresa leiloeira Connect Leilões, Silvestre Marinho do Carmo.

Segundo o gerente de produto Corte da Semex, Antônio Carlos Sciamarelli Junior, a procura pela raça Sindi tem aumentado muito, dentro e fora do país. “Nessa semana da ExpoZebu mandamos sêmen para Costa Rica, Panamá, Colômbia e Equador. Também contratamos mais dois touros para manter nosso estoque e atender as demandas externa e interna que estão aquecidas. Quem trabalha na produção comercial já conhece as qualidades do Sindi em questões de rendimento maior, idade menor ao abate, acabamento de carcaça e cobertura de gordura superiores”, explicou o técnico.

O próximo evento com oferta máxima da genética AJCF é a Semana Sindi Castilho 2019 – 1 a 6 de outubro. A temporada que deve repetir o sucesso de 2018 com a venda de algumas centenas de animais de alta genética, de produção e de corte contará em mais uma edição com a coordenação da Connect Leilões, atendimento de Carvalho Assessoria Pecuária e transmissão pelo Canal do Boi.

As Fazendas Reunidas Castilho são referência nacional das qualidades da raça Sindi. O criatório atua na produção de carne, leite e genética. Para alcançar o máximo desempenho nas três vertentes o rebanho está inserido nos programas da ABCZ (PMGZ corte e leite) e é submetido a PGPs, ultrassonografia para avaliação de carcaça (com monitoramento de AOL, ratio e marmoreio), abates técnicos, desossa técnica e tipificação de carcaça com a equipe da UNICAMP.

Canal AgroRevenda

 

Papo de Prateleira