16 de dezembro de 2011

Vencendo a guerra contra a Salmonella

A sorotipificação é fundamental para se descobrir os sorotipos de Salmonella e, de forma especial, suas possíveis fontes de contaminação. Desta forma, pode-se tomar ações específicas e focadas nos pontos chaves para diminuir a frequência do problema. Ainda mais quando se sabe que sua eliminação completa é muito difícil, devido às características epidemiológicas desta bactéria. O assunto é destaque da edição 41 do Informativo Técnico Avícola do Laboratório Biovet.

Mas diante da dificuldade em eliminar a bactéria, é importante saber que há redução da casuística de Salmonella Enteritidis entre a totalidade de cepas recebidas pelo Laboratório de Enterobactérias do Instituto Oswaldo Cruz (LABENT/IOC). Contribui para este cenário os diferenciais da vacina Bio-Enteritidis, solução desenvolvida pelo Laboratório Biovet em parceria com a Dra. Dália dos Prazeres Rodrigues, da Fiocruz. 

Segundo a especialista, “entre a totalidade de cepas que são recebidas pelo Laboratório, isoladas de diferentes fontes, que totalizam de 2007 a 2010 aproximadamente 16.500/ano, observou-se a redução de aproximadamente igual a 20% para aproximadamente igual a 6,8%”.

A especialista também declara ao Informativo do Biovet que é possível ter a presença de sorovares no frigorífico, mesmo em casos nos quais as matrizes são negativas. “Mas para melhor compreensão devemos ter em conta alguns aspectos sobre estes micro-organismos. Salmonella spp. é eliminada em grande número nas fezes, contaminando o solo e a água. A partir deste veículo, ou por outras fontes, como rações e ingredientes contaminados, roedores e pássaros, veículos e mesmo funcionários, ou visitantes que circulam nas áreas contaminadas.”

A importância da sorotipificação no controle da Salmonella é o principal destaque da edição 41 do Informativo Técnico Avícola do Laboratório Biovet, trabalho que já pode ser consultado no website da empresa.

Baseado em informações do Laboratório de Sorologia do Biovet, esta edição do informativo também detalha, passo a passo, a importância da coleta e envio bem feitos das amostras para garantir a excelência das análises clínicas, essenciais para sanidade avícola.

Fonte: EiraCom – Assessoria de imprensa do Laboratório Biovet

Canal AgroRevenda

 

Papo de Prateleira

 

Newsletter

Receba nossa newsletter semanalmente. Cadastre-se gratuitamente.