Valmont e Prospera: parceria global em irrigação

Acordo entre gigantes mundiais prevê investimento de mais de US$ 40 milhões nos próximos três anos e promete revolucionar a rotina de produção de alimentos.

A Valmont® Industries, líder global em fornecimento de produtos e serviços para irrigação de precisão, proprietária da marca Valley® Irrigation, anunciou hoje (21) uma parceria global com a Prospera Technologies Inc., a principal empresa israelense de visão mecânica e inteligência artificial (AI) especializada em levantamento de dados. O acordo busca oferecer aos produtores soluções autônomas de gerenciamento de culturas, gerando maior rentabilidade, com a utilização de menos insumos e recursos.

“A Valley Irrigation está transformando o pivô central. Ele deixa se ser apenas uma máquina de irrigação para se tornar uma ferramenta autônoma de gestão de culturas”, afirma o Presidente e CEO da Valmont, Stephen G. Kaniewski, acrescentando que a água continua sendo o foco da empresa, pois é determinante no rendimento da cultura. “Os produtores têm uma vantagem natural ao usar pivôs todos os dias com a sua função constante no campo. Podemos equipar a estrutura para ver o que um produtor está deixando de detectar, munindo-o de informações relevantes que oferecem mais precisão na colheita, economizando tempo e custos com insumos.”

Essa parceria global inédita tem como alvo a integração de tecnologias de inteligência artificial com irrigação por pivô central. A Valley Irrigation lidera o setor com mais de 60.000 dispositivos conectados globalmente e possui a maior rede de distribuição do mercado com mais de 500 revendedores em todo o mundo. A inteligência compartilhada entre esses dispositivos conectados – o pivô e a integração da ciência de dados, aprendizado de máquina e IA – permite que as duas empresas desenvolvam diagnósticos de safras em tempo real e recomendações de irrigação, resultando no maior retorno para o produtor.

A Prospera, fundada em 2014, é líder em tecnologia para o agronegócio, comprometida em trazer avanços tecnológicos de aprendizado de máquina (ML) para o setor agrícola. Apoiada por investidores estratégicos, incluindo a Cisco, Qualcomm e Bessemer, a Prospera desenvolveu análises comprovadas, algoritmos e camadas de dados para fornecer aos produtores recomendações de irrigação e crescimento das culturas. A Prospera, atualmente, monitora mais de cinco bilhões de dólares em produção de estufa. A parceria entre as duas empresas se baseará na tecnologia exclusiva da Prospera, expandindo a aplicação para campos de grande escala.

O gerenciamento autônomo de culturas resultará em uma máquina de autoaprendizagem, que controlará a utilização de insumos do campo, o fornecimento de água adequada, fertirrigação e quimigação. Entre as novidades que passarão a ser disponibilizadas pela Valley está a adoção do “Detecção de Anomalias” em todos os tipos de pivôs por meio de um modelo de contrato de adesão por assinatura pelo produtor. Lançado neste início de ano, a ferramenta é um bloco de construção fundamental para quem entra na era da Inteligência Artificial (IA). Apresentando de forma visual a detecção de anomalias ou problemas, essa tecnologia fornece características essenciais para mitigar os riscos no campo, auxiliando o produtor com suas práticas de irrigação.

Kaniewski comenta que lançar produtos tecnológicos específicos para o mercado e adotar ferramentas disponíveis são dois importantes caminhos na jornada rumo ao manejo autônomo de culturas. A junção da tecnologia ao aprendizado de máquina é direcionada para atingir um milhão de hectares até 2020. Para o desenvolvimento da tecnologia, as duas empresas planejam investir mais de US$ 40 milhões nos próximos três anos.

“Assim como a Valley, a Prospera está empenhada em oferecer aos produtores mais informações baseadas em dados e insights das máquinas que abrangem cada centímetro de seus campos, reduzindo riscos potenciais que podem prejudicar a produção agrícola”, comenta o CEO da Prospera, Daniel Koppel, ressaltando que está entusiasmado com essa parceria com a Valley Irrigation, que é líder do mercado. “É uma empresa de confiança dos produtores e, com sua ampla rede de revendedores, trabalharemos juntos para alimentar uma população em expansão”.

Mais detalhes da parceria serão apresentados a profissionais durante a World AgriTech em São Francisco, nos Estados Unidos, entre os dias 19 a 20 de março de 2019. As informações também estão disponíveis no site www.valley-prospera.com .

Sobre a Valley Irrigation – Líder em irrigação de precisão, a Valley conta com 60 revendas distribuídas em todas as regiões brasileiras, onde já tingiu o marco de 250.000 pivôs centrais e lineares comercializados. A Valley pertence à Valmont, empresa que detém 60% do Market share do segmento de pivôs centrais no Brasil e, seus equipamentos, irrigam anualmente aproximadamente 10 milhões de hectares em todo o mundo.

Sobre a Prospera – Líder em desenvolvimento de tecnologias de monitoramento e análise de dados, a Prospera investe continuamente no controle e análise do desenvolvimento da saúde e estresse das plantas. A Prospera captura múltiplas camadas de dados climáticos e visuais do campo de cultivo e fornece informações práticas e de fácil entendimento para produtores através de painéis para mobile e web. Sua equipe global de cientistas da computação, físicos e agrônomos trabalham juntamente com líderes experientes do agronegócio para melhor atender os produtores e revolucionar a forma de produzir alimentos.

Sobre a Valmont Industries – Líder global na fabricação de produtos altamente projetados para o desenvolvimento da infraestrutura global e produtividade agrícola, a Valmont, proprietária da Valley Irrigation, oferece equipamento de irrigação e serviços para agricultura em grande escala visando o melhoramento da produtividade agrícola através da conservação da água. Seus produtos para infraestrutura atendem os mercados de transporte, rodovia, comunicação sem fio, mercados de transmissão elétrica, construção industrial e energia. Além disso, a Valmont fornece serviços de revestimentos que protegem contra a corrosão e melhoram a vida útil do aço e outros produtos de metal. Com 71 anos de mercado, a Valmont conta com 11 mil funcionários e fatura, globalmente, US$ 3 bilhões por ano.

Fonte: Assessoria de Imprensa


Compartilhar:

Email Facebook LinkedIn Twitter Print

Canal AgroRevenda

 

Papo de Prateleira