27 de março de 2020

Treinamento em Tecnologia de Aplicação

Módulo presencial está agendado para o mês de maio e as inscrições abertas; data poderá mudar para início do segundo semestre, ante risco do coronavírus.

A Unidade de Referência em Tecnologia e Segurança na Aplicação de Agroquímicos (UR) tem inscrições abertas para o curso Tecnologia de Aplicação. O módulo, presencial, está inicialmente agendado para os períodos de 18 a 22 de maio e de 15 a 19 de junho. Essas datas, conforme o coordenador da UR e pesquisador científico Hamilton Ramos, poderão ser revistas ante medidas de proteção ao coronavírus em vigor. Neste caso, o programa ocorrerá no mês de julho, sem prejuízo dos já inscritos.

De acordo com Ramos, o curso Tecnologia de Aplicação será ministrado na sede do Centro de Engenharia e Automação do Instituto Agronômico (CEA/IAC-SP), na cidade de Jundiaí. Serão aceitos no máximo 15 inscritos. Segundo ele, além do conteúdo tecnológico envolvendo pulverizadores, equipamentos, aplicações aéreas e terrestres, o curso tratará ainda de medidas efetivas para proteger a saúde do trabalhador rural e o meio ambiente.

“Os módulos serão voltados à formação de agentes multiplicadores de treinamentos, como engenheiros agrônomos e técnicos que atuam em assistência técnica ou trabalham nas propriedades e empresas do agro. Visamos a aplicação sustentável de defensivos e o sucesso no controle de pragas, doenças e plantas daninhas”, reforça Ramos.

“Constatamos que pelo menos 80% dos trabalhadores aplicadores de agroquímicos não possuem qualificação, daí a importância de se incentivar a multiplicação de treinamentos ao campo brasileiro”, complementa ele. O pesquisador calcula que o mau uso de agroquímicos ocasiona prejuízos anuais da ordem de R$ 2 bilhões ao agronegócio, somados desperdícios de ingredientes ativos e despesas resultantes de acidentes e intoxicações.

A Unidade de Referência é uma entidade sem fins lucrativos. Foi criada há cerca de três anos por meio de uma parceria entre o CEA-IAC, órgão da Secretaria de Agricultura de SP, e o setor privado. A meta central da UR, conforme Ramos, é reduzir o déficit de profissionais especializados no uso de defensivos agrícolas. O mau uso desses produtos, diz o pesquisador, gera ao campo perdas anuais da ordem de R$ 2 bilhões.

As inscrições permanecem abertas no site www.unidadedereferencia.com.br.

Canal AgroRevenda

 

Papo de Prateleira

 

Newsletter

Receba nossa newsletter semanalmente. Cadastre-se gratuitamente.