8 de agosto de 2013

Standak Top ganha registro para sete novas culturas

Sementes e plântulas de milho, algodão, feijão, trigo, cevada, sorgo e amendoim poderão ser tratadas com o inseticida e fungicida Standak Top, da Basf, que recebeu aprovação para inclusão de uso nas sete culturas para a próxima safra.

As pesquisas com o inseticida e fungicida tiveram início na safra 2004/05 em parceria com instituições como a ESALQ/USP (Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz/SP), UFSM (Universidade Federal de Santa Maria/RS) e FESURV (Universidade de Rio Verde/GO). Em 2009, o Standak Top foi lançado para a cultura de soja com a inovação de oferecer, em um único frasco, ação fungicida e inseticida para controle das principais pragas e doenças que predudicam o estabelecimento do cultivo de soja.

De acordo com Fernando Arantes, gerente de Marketing Tratamento de Sementes e Cultivos Cereais da Basf, o produto contribui para o controle das principais pragas e doenças que atacam as sementes em processo de germinação e plântulas em desenvolvimento.

Além disso, favorece um maior enraizamento; ou seja, aumenta a capacidade da planta de absorver água e nutrientes do solo. Entre os benefícios estão a manutenção da germinação, rapidez no arranque das plântulas – com um estabelecimento mais rápido, facilitando o controle de ervas invasoras, além de melhorar a tolerância em condições de estresse hídrico.

Fonte: XComunicação

Canal AgroRevenda

 

Papo de Prateleira

 

Newsletter

Receba nossa newsletter semanalmente. Cadastre-se gratuitamente.