RTRS cresce e espera mais soja responsável

A Associação Internacional de Soja Responsável (RTRS) comunica ao setor a adesão de cinco novas organizações para fomentar a produção, o processamento e a comercialização de soja responsável.

Os novos membros representam o grupo constitutivo da Indústria, Comércio e Finanças. Entre eles, está a Metro AG, uma cadeia multinacional de varejo com sede em Düsseldorf, na Alemanha; a Exportadora Los Fiordos Ltda., produtora de salmão do Chile; e a Quorn Foods, produtora de alimentos vegetarianos no Reino Unido.

A Associação SOYTOUCH, da França, e a Fundación Proyungas, da Argentina, também se associaram à entidade e representam os grupos dos Produtores e da Sociedade Civil, respectivamente.

De acordo com o Diretor Executivo da RTRS, Marcelo Visconti, é muito positivo que o diálogo sobre a soja esteja avançando, uma vez que os novos membros promovem um aumento na demanda por soja responsável no Brasil e no mundo.

“Esse é um excelente indicador para estimular os produtores a seguir trabalhando e multiplicando os benefícios ambientais, sociais e econômicos da produção sustentável e do processo de certificação”, observa.

No ano passado, 80% das empresas ou organizações que se associaram à RTRS vieram dos setores de Indústria, Comércio e Finanças – 14 dos 17 novos associados. A produção de soja certificada cresce 30% anualmente desde 2016, aguardando os sinais de comprometimento da demanda.

Diante desses dados, os governos e o setor privado devem desenvolver incentivos e instrumentos econômicos para recompensar os esforços dos agricultores para conservar áreas de vegetação nativa, mesmo em locais onde a limpeza da vegetação é permitida.

Sobre a RTRS – Fundada em 2006, a Associação Internacional de Soja Responsável (RTRS) é uma iniciativa internacional pioneira formada pelos principais representantes da cadeia de valor da soja, como produtores, indústria, comércio, finanças e a sociedade civil. Os atores dessas diferentes áreas se reúnem em torno de um objetivo comum, garantindo o diálogo e a tomada de decisão por consenso. A missão da entidade é promover o uso e o crescimento da produção sustentável de soja e, por meio do Padrão RTRS de Produção de Soja Responsável, aplicável mundialmente, garantir uma produção ambientalmente correta, socialmente adequada e economicamente viável. É hoje o sistema mais confiável e avançado do mercado de soja brasileiro para alcançar a sustentabilidade. Atualmente a RTRS conta com mais de 190 membros dos países do mundo inteiro. Os princípios e critérios da RTRS são considerados um padrão multipartes que garante o Desmatamento Zero na produção de soja responsável. www.responsiblesoy.org/pt.

Fonte: Assessoria de Imprensa