Programa Fertiláqua aumenta rentabilidade da cana

A Fertiláqua, um dos maiores grupos de nutrição, fisiologia de plantas e revitalização de solo, traz em seu portfólio para cana-de-açúcar o Programa Construindo Plantas – PCP 360 que tem como objetivo buscar a máxima eficiência do sistema produtivo.

Com as tecnologias certas para cada etapa, o Programa inicia na revitalização do solo, reequilibrando a microbiologia, melhorando aspectos químicos, físicos e biológicos do solo. Atua também nas importantes fases do ciclo fenológico da cana, como: brotação das gemas, produção de raízes, desenvolvimento vegetativo e stand adequado de plantas, aumentando a produtividade, qualidade do canavial, sustentabilidade e rentabilidade.

Edson Carlos Lopes é produtor de cana-de-açúcar há 20 anos na região de Colina/SP e há pouco menos de um ano vem trabalhando com as tecnologias da Fertiláqua, incluindo o uso da Linha Longevus – desenvolvida especificamente para o setor. Segundo ele, desde o início do uso das soluções foi perceptível a diferença na brotação da cana, com uniformidade e coloração verde mais intensa, e no porte e no tamanho das plantas.

“A intenção do Grupo Lopes, com a Fazenda Boa Esperança, é crescer verticalmente, ou seja, aumentar a produtividade (TCH) na mesma área que temos hoje. Observando também dados tecnológicos, como o ATR (Açúcar Total Recuperável), que acreditamos que possa trazer mais resultados satisfatórios, pois o canavial com Longevus está se mostrando, desde o plantio, um desempenho melhor, no mesmo solo, variedade e tratos culturais”, explica.

O produtor espera aumentar sua produtividade em mais de 10 toneladas por hectare. “Já realizamos nesse mês a segunda aplicação de Energy Cana (foliar) e a diferença para a área padrão é discrepante. Utilizamos diversas tecnologias do mercado, porém, a Longevus foi a que mais se destacou até hoje entre todas”, conclui Lopes.

Sobre o Grupo Fertiláqua – Um dos maiores grupos de nutrição, fisiologia de plantas e revitalização de solo, a empresa Fertiláqua atua por meio das marcas Aminoagro, Dimicron e Maximus, a linha Longevus no segmento de cana-de-açúcar, e a linha Golden Seeds para sementeiras e produtores de sementes. A companhia pertence ao fundo de investimento Aqua Capital. Com mais de 300 colaboradores e presença em todo o Brasil, e em outros países da América Latina, a empresa investe em pesquisa, tecnologia e inovação. A Fertiláqua conta com a sede administrativa em Indaiatuba/SP, fábricas em Cidade Ocidental/GO e Cruz Alta/RS, um centro de distribuição em Cuiabá/MT, dois Laboratórios de Análise de Sementes (LAS) e dois Centros de Inovação Tecnológica (CIT).

O grupo disponibiliza uma iniciativa pioneira, o Programa Construindo Plantas (PCP), com ações específicas em cada fase das culturas, do plantio à colheita, para potencializar o desenvolvimento de plantas mais eficientes, e um solo com melhores qualidades físicas, químicas e biológicas, buscando com isso sistemas com maiores potenciais produtivos e consequentemente rentabilidade. Com o objetivo de reconhecer a qualidade das sementes de soja no mercado brasileiro, foi criado pelo grupo o selo Sementes de Verdade. Mais informações no website: www.fertilaqua.com.

Fonte: Assessoria de Imprensa

 


Compartilhar:

Email Facebook LinkedIn Twitter Print

Canal AgroRevenda

 

Papo de Prateleira