28 de agosto de 2012

Primeira Rede do Sudeste brasileiro – Rede de produtos agrícolas do Sul de Minas será lançada no mercado no final do mês

Em agosto de 2010, 20 empresários mineiros do ramo de produtos agrícolas se juntaram para formar uma Central de Negócios com a ajuda do Sebrae-MG. Os objetivos eram: visibilidade, padronização de processos, maior qualidade no atendimento ao cliente, compra em escala a preços menores e acesso a financiamentos com condições melhores.

Hoje, dois anos depois, realizando atividades pelo Sebrae-MG, a Central, também chamada de Associação Central de Agronegócios, transformou-se em uma rede de produtos agrícolas, que será lançada no próximo dia 30 de agosto, em Alfenas, com o nome Rede do Campo. De acordo com o gestor, Luiz Eduardo Toshiba de Oliveira, a Rede tem o propósito de promover o crescimento estruturado, disponibilizando produtos e serviços diferenciados e buscando, constantemente, atender às expectativas dos clientes, colaboradores e fornecedores.

Rede do Campo
A Central oferece inúmeras vantagens para as empresas associadas. Segundo o seu presidente, Rodrigo César Silva Dias, ela desenvolve ações de compras reunidas, marketing corporativo e treinamentos conjuntos. “A Rede do Campo é a primeira rede de varejo agropecuário do sudeste brasileiro; podemos considerá-la como a maior empresa do setor agropecuário de Minas Gerais, pois é a única que fatura cerca de 150 milhões ao ano no estado”, destaca.

A Rede do Campo é formada por 24 empresas participantes, espalhadas pela seguintes cidades do Sul e Centro Oeste mineiros: Alfenas, Alpinópolis, Andradas, Arcos, Baependi, Bom Repouso, Cambuí, Campo Belo, Campo do Meio, Carmo do Rio Claro, Carmópolis de Minas, Conceição da Aparecida, Estiva, Formiga, Itapecerica, Lavras, Machado, Monte Belo, Muzambinho, Oliveira, Pedralva, Poço Fundo, Poços de Caldas e Três Corações. Juntas, elas geram cerca de 400 empregos diretos, número que deve crescer, já que as expectativas são de que suba para 30, até dezembro deste ano, a quantidade de empresas associadas.

Sebrae-MG
 Os empresários integrantes da Rede do Campo estão sendo atendidos pelo Projeto Individual do Sebrae-MG em Alfenas, com a possibilidade de se tornar, em 2013, um Projeto Coletivo com o nome de Comercialização de Produtos Agrícolas. Juntamente com a ação Central de Negócios, o Sebrae-MG realizou, a partir do Projeto Individual, o curso Cultura da Cooperação com as empresas participantes. Este curso, por sua vez, objetiva estimular o desenvolvimento de grupos de pessoas, para que elas ampliem sua capacidade de agir coletivamente, viabilizando objetivos comuns baseados nos princípios da cooperação.

Já a Central de Negócios é um programa de base associativa que tem a finalidade de desenvolver a cooperação entre empresas do mesmo ramo, através de ações que ampliam os negócios. Ela é o resultado de um processo coletivo para promover e aumentar o acesso a mercados, as vendas, a lucratividade e a eficiência profissional. Segundo a analista técnica do Sebrae-MG em Alfenas, Adaiby Gonçalves, este ano as empresas começaram o curso de Estratégias Empresariais, que faz parte do programa Sebrae para Empresas Avançadas – Sebrae Mais. O curso, com duração de três meses, desenvolve o pensamento e a prática de estratégias na empresa para busca da evolução e a inovação do negócio. “Com as ações realizadas pelo Sebrae-MG e a criação da Rede do Campo, a Central de Negócios terá a oportunidade de fortalecer o setor em que se propõe e de cooperar com a atividade agrícola, que é base da economia regional”, ressalta.
 
Lançamento Rede do Campo
Data: 30 de agosto
Horário: 19h30
Local: Alfenas Tênis Clube
Avenida Manoel Alves Taveira, 369 – Alfenas/MG
Informações: Sebrae-MG Alfenas: 35 3292 3696

Fonte: Assessoria de Imprensa Sebrae/MG

Canal AgroRevenda

 

Papo de Prateleira

 

Newsletter

Receba nossa newsletter semanalmente. Cadastre-se gratuitamente.