5 de fevereiro de 2020

Presidente da Aciagri é eleito à Fenace

O presidente da Associação do Comércio de Insumos Agrícolas (Aciagri), Adilson de Campos foi eleito membro consultivo da Federação Nacional das Associações e Afins (FENACE), entidade que congrega mais de 45 associações do setor agrodistribuidor presentes em 19 estados brasileiros. A posse dos membros dos conselhos de administração e consultivo aconteceu na última quinta-feira (30/01), em Passo Fundo (RS), durante cerimônia oficial, tendo a empresária Sandra Rodriguês, na presidência da entidade.

A Federação que já representa mais de 73% do mercado agrícola nacional, tem na essência a defesa das associações, principalmente no gerenciamento dos interesses coletivos e de promover o conhecimento acerca do trabalho gerido por seus associados na gestão de resíduos sólidos, conforme explicou a presidente da entidade.

“A FENACE já nasceu forte, pois estamos presentes em 19 estados. Nossa principal será representar as associações formadas por revendedores, distribuidores e cooperativas de produtos agropecuários, que dentre as suas atribuições, responsabilidades legais, está a preservação do meio ambiente. Responsabilidade essa que as associações já vêm cumprindo com maestria há mais de duas décadas através de suas centrais e postos de recebimentos de embalagens vazias de defensivos agrícolas em todo o Brasil, o que fez com que tornássemos referência mundial no tocante a destinação ambientalmente adequada desse tipo de material”, detalhou Rodriguês.

Atualmente, 94% das embalagens plásticas primárias (que entram em contato direto com o produto) comercializadas são recolhidas e destinadas para a reciclagem, dando origem a 17 diferentes artefatos, em especial os de uso industrial. Até o ano de 1999, segundo um levamento da Associação Nacional de Defesa Vegetal (Andef), 50% das embalagens vazias de defensivos agrícolas no Brasil eram doadas ou vendidas sem qualquer controle, 25% tinham como destino a queima a céu aberto, 10% ficavam armazenadas ao relento e 15% eram simplesmente abandonadas no campo. No ranking mundial da destinação correta vem a França em segundo lugar, com 77%, seguido pelo Canadá, com 73%. Os Estados Unidos vêm em 9º lugar, com 33%.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Para o presidente da Aciagri, Adilson de Campos, a Fenace nasceu com o grande objetivo de congregar todas as associações responsáveis pelo sistema de recolhimento de embalagens vazias de defensivos agrícolas. “Se antes nós estávamos tendo uma ação isolada, hoje nós temos uma Federação que irá cuidar dos interesses do setor perante ao poder público, órgãos de fiscalização, entidades representativas de classe e outros, inclusive melhorar o relacionamento com os parceiros, além de, já em breve, incluir na pauta da entidade, discussões que envolvem políticas de embalagens cheias”, pontuou Adilson.

Sobre a Aciagri – Atualmente, a Aciagri representa mais de 50 canais de distribuição do Oeste da Bahia e em parceria com o Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias (inpEV) gerencia três centrais de recebimento de embalagens vazias: Barreiras, a maior do país em volume processado com capacidade anual de 1,6 mil tonelada, Roda Velha e Rosário, considerada a terceira maior da região nordeste do país, além de outros três postos de recolhimento: Panambi, Coaceral e Campo Grande. Por ano, a Associação atende mais de 1,1 mil produtores e retira do meio ambiente mais de 3 mil toneladas do material, o que representa cerca de 90% de todo o material recolhido na região Nordeste do país.

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Presidente: Sandra Ibraina Cordeiro Rodrigues (ARIA)
Vice-Presidente: Marivânia Felix Schoenherr (ARDASE)
Secretário: Pablo Patrick Freitas Reis Dutra (ADIRV)
Secretário Suplente: Joaney Tavares dos Santos (AREIA)

CONSELHO CONSULTIVO

Efetivos

Adilson Gonçalves de Campos (ACIAGRI)
Adonirã Luiz Lavoratti (ACAP)
Deusemar dos Santos (ACAVASF)

Suplente

Lidomar Marton França (ARDAFS)

Canal AgroRevenda

 

Papo de Prateleira

 

Newsletter

Receba nossa newsletter semanalmente. Cadastre-se gratuitamente.