1 de junho de 2020

Adubo para sojicultor é o mais barato em 10 anos

O produtor de soja do Brasil alcançou a melhor relação de troca para aquisição de fertilizantes dos últimos dez anos, em função da expressiva alta do dólar sobre o real, disse nesta segunda-feira o presidente da Yara Fertilizantes para as Américas, Lair Hanzen. “O fertilizante nunca esteve tão barato (em dólar)… está mais caro em reais, mas a soja está com preço muito mais alto”, afirmou em coletiva de imprensa por videoconferência. A relação de troca significa a quantidade de sacas de grãos necessária para a compra do insumo que será utilizado na lavoura.

Atualmente, o produtor brasileiro está na fase de aquisição dos insumos para o plantio da safra 2020/21. Segundo Hanzen, o setor está com níveis muito elevados de demanda por fertilizantes para a próxima safra, impulsionado pelos efeitos do dólar sobre a receita das commodities exportadas, como soja, milho e café. “Há desafios na cana-de-açúcar… no algodão, causados pela pandemia”, disse. Mas para a safra de grãos “estamos bem adiantados (nas entregas de fertilizantes) em relação ao ano anterior”.

Canal AgroRevenda

 

Papo de Prateleira

 

Newsletter

Receba nossa newsletter semanalmente. Cadastre-se gratuitamente.