Otimismo no agronegócio impulsiona Agrishow 2019

Projeções otimistas para próxima safra e definição dos ministros do governo Bolsonaro estimulam expositores, que já reservaram 90% da área total da feira.

O agronegócio brasileiro tem colecionado diversas boas notícias nos últimos meses. Além de projeções otimistas para a próxima safra – a área plantada de grãos deve crescer pelo nono ano consecutivo e as estimativas de vendas de máquinas foram superadas –, as principais lideranças do segmento receberam muito bem a definição dos ministros ligados à área do agronegócio do futuro governo Bolsonaro. Esse apaziguamento das expectativas em relação ao próximo governo reduziu as tensões, o que é bom para os negócios. “O ponto positivo em relação ao próximo ano pode ser resumido no resgate da palavra confiança”, comenta o estrategista de marketing rural José Luiz Tejon, publicitário, jornalista e mestre em Educação.

Para o consultor e colunista do portal Agrishow Digital, o restabelecimento da confiança para o agronegócio é fundamental, pois ele possui uma competência natural. “Já ficou comprovada a vocação para o empreendedorismo e o cooperativismo do agro brasileiro. Com a confiança restaurada, o segmento ganha condições de desempenhar bem seu papel de mais importante ator na garantia da segurança alimentar do planeta”, conclui Tejon. As boas perspectivas do agro têm estimulado a adesão das empresas à Agrishow 2019, tanto que faltando pouco mais de quatro meses para abertura da feira, 90% dos espaços de exposição já estão reservados pelas empresas.

Graças a esse bom momento, os organizadores da feira acreditam que a 26ª edição da Agrishow, agendada para o final de abril, será uma das maiores de sua história. Conforme avaliação da diretora executiva da Agrishow, Liliane Bortoluci, nas consultas preliminares feitas junto aos tradicionais expositores, a percepção de todos é de que haverá um recorde histórico nas vendas de máquinas, implementos, veículos e insumos, resultado do clima de confiança e de retomada geral dos negócios que se instalou no Brasil mais recentemente. A esse otimismo, se somam as previsões positivas quanto à próxima safra de grãos.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Canal AgroRevenda

 

Papo de Prateleira