11 de fevereiro de 2020

O Agro Brasil segue líder! Por Ulisses Riba

A produção brasileira de grãos no Brasil pode bater novo recorde, atingindo 251,1 milhões de toneladas, 3,8% a mais do que a safra passada. Um ganho de 9,1 milhões de toneladas. Segundo a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), as lavouras de soja e milho impulsionam o novo índice.

PIB
Seguindo a linha, o Produto Interno Bruto (PIB) do agronegócio cresceu 2,4% de janeiro a novembro do ano passado. O dado é da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e do Centro de Estudos Avançados em economia Aplicada (Cepea/USP). Resultado impulsionado pelo segmento de insumos, que teve alta de 6,42%, seguido por agrosserviços (4,57%) e agroindústria (3,93%). A atividade primária foi a única com desempenho negativo (-4,12%).

The Oscar goes to…
Cerimônia do Oscar. Nada de novo. A festa mais importante da indústria do cinema mundial. Produtos de altíssima qualidade e bobagens de toda espécie. Juntos. E a cobertura jornalística mundial ‘chapa branca’ de sempre. Na plateia, competentes e imbecis. Os dois ao mesmo tempo. Milionários sorrindo, de roupas caríssimas e plásticas sem fim. Gente de todo o planeta, que ganhou dinheiro trabalhando no mais rico e democrático país do mundo. Mas falando mal do capitalismo e do ser humano. Elogiando países pobres, socialistas em geral, pessoas incapazes internacionais, vacas sem bezerros. Raramente, alguém reconhece o sistema que produziu a riqueza que entrou no bolso e nas contas bancárias de todos eles. São ingratos. No fim da cerimônia, voltam às suas mansões, dirigindo carros de 250 mil dólares, para tomar o último Dry Martini antes de dormir.

No dia seguinte, acordam e vão escolher outros pobres, desvalidos e vitoriosos, outras causas para tema de seus novos e lucrativos filmes.

Complexidade natural
É um fato tão natural. E quase nunca a opinião pública se dá conta. Gente genial é genial em uma atividade específica. E nas outras atividades? Normalmente, será gente incompetente ou inexpressiva. O maior jogador de futebol de todos os tempos, Pelé, é medíocre tocando violão e cantando. Assim como o Neymar dançando. O José Abreu analisando política. O Cid Moreira declamando poesia. Etc.

Ufa! Perdemos!
A Academia adora premiar filmes denominados de ‘documentário’, que enaltecem ditaduras socialistas, políticos demagogos, criticam regimes capitalistas, enaltecem incapazes, etc. Para sorte do Brasil, a ficção ‘Democracia em Vertigem’ não ganhou a estatueta. Não merecíamos ser lembrados na história do Cinema desta maneira. E a desconhecida cineasta num pseudo protesto medíocre, ao lado de um índio de mentira e pedindo solução para o caso Marielle.

Não deixou de ser cômico. Perdeu para ‘Indústria Americana’, outro libelo dos contrastes entre chineses e americanos durante a abertura de uma fábrica em Ohio, EUA. É, ‘pimenta nos olhos dos outros é refresco’. Seria uma produção do Casal Obama. Prefiro o Barack na presidência dos Estados Unidos, matando o terrorista Bin Laden e jogando o corpo no fundo do mar. Inocentes e trabalhadores do planeta inteiro agradeceram.

Canal AgroRevenda

 

Papo de Prateleira