29 de agosto de 2013

Mercado do leite em SC em função do inverno e da seca

A produção de leite continua sendo uma das mais rentáveis atividades agropecuárias de Santa Catarina, neste ano. O preço pago aos produtores rurais pelas indústrias lácteas na aquisição de leite subiu mais uma vez, impulsionado pela redução na oferta em razão do inverno no Sul e da seca no Centro-Oeste brasileiro, especialmente em Minas Gerais.

Os valores de referência dessa matéria-prima, calculados pelo Conselho Paritário Produtor/Indústria de Leite do Estado (Conseleite), aumentaram mais 2,6% para este mês de agosto, ampliando os ganhos dos produtores rurais. De acordo com projeção do Conseleite, o valor de referência para o leite-padrão subiu, neste mês, para R$ 0,9299 o litro, mas, o mercado já está pagando mais de um real pelo litro dessa matéria-prima.

“É um ganho muito bom para o produtor”, assinala o vice-presidente do Conseleite e da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de SC (Faesc), Nelton Rogério de Souza. Ele enfatiza que, neste momento, a atividade leiteira é a principal, do agronegócio catarinense, a irrigar o campo com recursos financeiros: são cerca de 180 milhões de reais por mês.

Na segunda quinzena de setembro, o Conselho volta a se reunir para anunciar os números definitivos de agosto e a nova projeção para o mês seguinte. Embora tenha esses valores como referência negocial, o mercado – como de praxe – está praticando preços superiores. As indústrias de processamento de leite estão pagando pela qualidade, o que representa até 15% a mais nos ganhos do pecuarista. Por isso, o produto acima do padrão tem maior valor de referência, ou seja, de R$ 1,0694. O leite abaixo do padrão está cotado em R$ 0,8454/litro.

A alta cotação do dólar não afugentou os importadores, que estão trazendo leite da Argentina, Uruguai e Europa para suprir o mercado brasileiro. “Isso confirma a excelente remuneração que o setor está recebendo”, sublinha o vice-presidente.

Fonte: MB

Canal AgroRevenda

 

Papo de Prateleira

 

Newsletter

Receba nossa newsletter semanalmente. Cadastre-se gratuitamente.