5 de março de 2020

JBS E BNDES planejam transações simultâneas

A produtora de proteína animal JBS e o BNDES estão planejando transações simultâneas de listagem de ações nos Estados Unidos e venda de parte da participação de 21,3% que o banco detém na companhia, segundo cinco fontes com conhecimento do assunto. Fontes próximas à JBS dizem que a empresa está trabalhando numa transação um pouco diferente da que foi proposta em 2016.

O modelo ainda não está todo fechado, mas a ideia é fazer a cisão das operações internacionais numa nova empresa com sede fora do Brasil. Será uma coligada com os mesmos acionistas, mas não uma subsidiária da empresa brasileira. As operações no país continuarão sob o comando da JBS listada na B3. Cerca de 75% da receita da JBS é obtida fora do Brasil, principalmente nos Estados Unidos, na Austrália e na Europa. JBS e BNDES preferiram não comentar o assunto.

Os executivos da JBS devem participar do roadshow organizado pelo BNDES para a venda da participação, de maneira semelhante à que ocorreu na transação da Petrobras. A JBS não deve contratar bancos para a cisão da parte internacional e listagem da empresa, trabalho que pode ser feito por advogados, já que a empresa não captará recursos. A listagem de uma empresa ligada à JBS pode enfrentar pressões nos EUA, onde lobistas e alguns congressistas têm pedido investigações contra a companhia e seus acionistas, os irmãos Wesley and Joesley Batista.

 

Canal AgroRevenda

 

Papo de Prateleira

 

Newsletter

Receba nossa newsletter semanalmente. Cadastre-se gratuitamente.