Indústria cobra dos presidenciáveis compromisso com o RenovaBio

No encontro dos presidenciáveis para discutir o futuro da política energética brasileira, promovido pela União da Indústria de Açúcar (Unica), que começou há pouco em São Paulo, a questão fundamental colocada em discussão é se o RenovaBio vai ser mantido a partir de janeiro de 2018. “Um programa bem desenhado até agora, vai ter a continuidade?”, pergunta feita na abertura pela presidente da Unica, Elizaberth Farina. Diante da dúvida que fica sempre que um novo governo assume, a respeito da descontuindade de programas e projetos, o setor produtivo trouxe a preocupação central ao Unica Forum 2018.

Também se levantou, para os candidatos que confirmaram presença – João Amoedo, Paulo Rabello, Henrique Meirelles, Ciro Gomes, Marina Silva, Geraldo Alckmin e Aldo Rebelo -, aspectos como a “arquiterura tributária” para o País alcançar um desenvolvimento sustentável. E, completando as preocupações das empresas e produtores de açúcar e etanol, como o Brasil se posicionaria internacionalmente, diante das pressões e protecionismo, em várias frentes do comércio internacional.

Fonte: Notícias Agrícolas

Canal AgroRevenda

 

Papo de Prateleira