Grupo Publique no Road Show 2018

A equipe de Conteúdo Jornalístico do Grupo Publique iniciou na tarde desta segunda-feira, dia 12, em Vinhedo, o 12 Road Tour para jornalistas organizado  pela Texto Assessoria. Até sexta-feira, vinte e um profisssionais vão rodar mais de dois mi quilômetros em visita a empresas, fazendas e entidades de classe ligadas ao Agronegócio do Brasil. A primeira parada foi na Central de Selagem de Vacinas Contra Febre Aftosa, coração do Programa Nacional de Erradicação da Vacinação Contra Febre Aftosa, que funciona dentro da empresa de logística AGV, parceira do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) e Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Saúde Animal (SINDAN). Os jornalistas foram recebidos pelo CEO da AGV Logística S/A, Maurício Pires Motta, e o vice-presidente do SINDAN, Emilio Carlos  Salani. A AGV é a maior distribuidora de produtos veterinários do Brasil, fazendo até 250.000 entregas por ano em 2,6 mil municípios do país. Ela e a responsável por receber, armazenar e enviar aos pontos de venda agropecuários do segmento mais de 210 milhões de doses de vacina contra a Febre Aftosa. “Prestamos um serviço de qualidade ao governo federal, garantindo tecnologia, rastreabilidade, impedindo falsificações e ajudando a aumentar o índice de vacinação nos estados ao longo destes anos”, afirmou Maurício Motta.

A comitiva conheceu todos os setores envolvidos nesta operação de imunização que ocorre duas vezes por ano e conversou com o vice-presidente do Sindan sobre o programa nacional de erradicação da doença na Pecuária do Brasil. “Apoiamos e participamos da formulação do programa. Mas sempre achamos que poderia haver um prazo mais seguro, maior, para que o país começasse a declarar alguns estados livres de aftosa sem vacinação. Pelo menos mais dois anos. Sem falar que ainda não está claro como as autoridades vão acompanhar este processo no Acre e em Rondônia, os primeiros estados, e nem mesmo se vai haver algum banco de vacinas para o caso de algum imprevisto ou novo caso”, declarou Emílio  Salani.

Nesta terça-feira, o Road Tour vai passar pela Casa Branca Agropastoril, um dos mais premiados programas de melhoramento genético da pecuária brasileira. A Casa Branca é uma exceção à regra, pois cria três raças: Brahman (zebu), Angus e Simental (europeias). A Casa Branca tem o seu próprio programa de seleção, realiza duas provas de ganho de peso de touros jovens por ano e está investindo em genômica. A Fazenda Santa Ester, que vai ser visitada, possui um moderno laboratório de reprodução. Um touro da fazenda, o CABR Massumbe, tornou-se em janeiro o Campeão Mundial Touro Brahman.

Nos próximos quatro dias, os jornalistas ainda vão conhecer a Agro-pecuária CFM, a maior vendedora de touros Nelore CEIP do Brasil; a Agroribas, confinamento de bovinos, ao lado de Bruno Andrade, gerente técnico da Associação Nacional da Pecuária Intensiva (Assocon): a Boehringer Ingelheim Saúde Animal, segunda maior indústria de saúde animal do mundo; as empresas Genesis Group e Paripassu, líderes em certificação de qualidade e rastreabilidade, além da Associação dos Criadores de Nelore do Brasil e do seu novo presidente, Dr. Nabih Amin El Aouar.