FMC enfatiza ampliação do café em Minas Gerais

Entre os dias 7 a 10 de novembro, a cidade de Poços-MG recebe a 43ª edição do Congresso Brasileiro de Pesquisas Cafeeiras. O evento reúne técnicos e pesquisadores de diversos institutos, empresas e universidades com o propósito de divulgar os últimos resultados obtidos por meio de trabalhos de pesquisa e inovações no manejo dos cafezais. Além da equipe de pesquisa, produtores, técnicos e consultores integram o evento para compartilhar experiências e difundir tecnologias.

A FMC Agricultural Solutions será uma das companhias presentes no encontro para orientar os produtores no manejo efetivo do café. “Estaremos com nossa equipe de pesquisa, vendas e desenvolvimento de mercado para discutir a ampliação de projetos inovadores juntamente com os pesquisadores e consultores presentes no Congresso. Também estaremos aptos para instruir os produtores sobre o manejo adequado para se obter uma plantação sadia e rentável”, afirma o Gerente de Marketing H&F, Flávio Irokawa.

Na ocasião, os produtos de destaque serão o Quartzo – lançamento da companhia para o setor – Aurora e Rovral. O Quartzo, produto biológico com alta eficácia de controle de fitonematoides em diversas culturas, pode ser aplicado no momento do plantio, transplante de mudas, durante o ciclo de cultivo ou após a colheita. O produto é recomendado para qualquer cultura com presença de Nematoide-das-lesões (Pratylenchus zeae e P. brachyurus) e Nematoides-das-galhas (Meloidogyne incognita e M. javanica). Para a dessecação em pré-colheita, será apresentado o herbicida Aurora multicultivo e o fungicida Rovral para o controle do complexo de doenças na cultura com foco em Phoma. Esse também será o primeiro evento de café que a FMC apresentará em seu portfólio os produtos Benevia, Altacor e Ally, recém adquiridos pela empresa.

A companhia irá promover um jantar em que irá apresentar trabalhos de pesquisa com a linha FMC, destaque para o trabalho “Manejo de Fitonematoides do cafeeiro com Quartzo”, do Pesquisador Inorbert de Melo. “Para nós, é de extrema importância estreitar nosso relacionamento com os pesquisadores e consultores do setor para tornar cada vez mais a companhia referência na cadeia da cafeicultura. Nosso objetivo é construir melhores manejos de pragas, doenças, plantas daninhas, nutrição e biológicos para a cafeicultura brasileira”, comenta.