10 de junho de 2022

Evento discutirá o avanço da agricultura irrigada no CO

Durante o encontro que deve reunir mais de 1.500 pessoas para falar do setor nos dias 14 e 15 de junho, em Campo Grande/MS, os participantes poderão saber mais sobre as tecnologias embarcadas nos pivôs centrais Zimmatic e as facilidades do gerenciamento remoto via FieldNET.

A agricultura irrigada tem avançado nos últimos anos no Brasil, de acordo com Relatório da Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA), podendo crescer 45% até 2030. Entre os locais de maior potencial para isso está o Centro-Oeste, grande polo de produção. Seus principais produtos são soja, carne bovina, suína e de aves, milho, cana-de-açúcar, algodão, leite, feijão e ovos de galinha. Juntos estes produtos são responsáveis por 95% do valor da produção. Com essa grande importância, a região foi escolhida estrategicamente para receber o Encontro de Difusão Tecnológica e Sustentabilidade na Agricultura Irrigada.

O evento que acontece 14 e 15 de junho, em Campo Grande/MS, visa difundir conhecimentos científicos aplicados e promover a interação entre os diversos atores da região com maior potencial de crescimento do agronegócio brasileiro. Segundo Marcelo Akira Suzuki, gerente geral da Irrigaterra, distribuidor da Lindsay América do Sul, e que atende toda a região nordeste do  MS, de modo geral a irrigação tem avançado no Centro-Oeste. “Isso acontece em função da boa remuneração do segmento de grãos, a região é área de expansão da agricultura onde tradicionalmente é pastagem”, diz.

Suzuki avalia que o MS tem o maior potencial de crescimento da agricultura irrigada nos próximos anos. Segundo ele, boa parte dos produtores dessa região são produtores que têm necessidade de viabilizar as fazendas com introdução de agricultura e também investidores. “Somado a esse perfil mais tecnológico, há a necessidade de viabilizar a integração Lavoura-Pecuária e o estado é bem suprido de água”, destaca.

Segundo o proprietário da revenda Irrigação Carriel que representa a Lindsay na região sudeste do Mato Grosso do Sul, Laércio Carriel, o estado tem 3,7% da área irrigada nacional, sendo 30 mil hectares por pivô central. O estado é o sexto do Brasil com maior quantidade de área considerada apta para a agricultura irrigada. “Esses números evidenciam que o potencial é sub explorado, visto que o estado irriga 5,4% de sua área potencialmente irrigável”, reforça.

O encontro
O Encontro de Difusão Tecnológica e Sustentabilidade na Agricultura Irrigada é organizado pelo Instituto de Pesquisa e Inovação na Agricultura Irrigada do Centro-Oeste – Inovagri.  A associação é sem fins lucrativos, e foi criada por professores e pesquisadores de universidades públicas, visando contribuir com o ensino, pesquisa e extensão. Segundo Ricardo Gava, Professor da UFMS, diretor do Inovagri, mestre em agronomia e doutor em Irrigação e Drenagem, o encontro que começa por MS, no próximo ano segue para Goiás, depois Mato Grosso, realizando um fechamento em 2025 no Distrito Federal. Assim, essa primeira edição do evento focou mais nas características do agronegócio do estado sul-mato-grossense. “É uma região com muitas áreas de recuperação de pastagens degradadas onde a integração lavoura pecuária vem ganhando força. São áreas de solos arenosos com grande disponibilidade hídrica, porém sem grande de oferta de energia elétrica e ainda susceptíveis à déficit hídrico severo mesmo no verão (época mais chuvosa para a região)”, cita.

Assim, o evento inicia-se com uma mesa redonda com os maiores especialistas do Brasil em efeitos do clima na produtividade agropecuária, apresentando as reduções potenciais da produção em função da falta de chuvas e veranicos. “Na sequência teremos desde manejo de solos arenosos com utilização de plantas de cobertura que melhoram a capacidade hídrica dos mesmos, até chegarmos na irrigação propriamente dita, abordando assuntos específicos das novas tecnologias. Desta forma o evento abrange não somente técnicos, professores, estudantes, produtores rurais, mas o público geral interessado no assunto”, ressalta o professor.

Outro tema de destaque será: Tecnologia embarcada em pivôs centrais. O assunto será conduzido por dois profissionais da Lindsay, o especialista Gabriel Melo Guarda (FOTO INTERNA), engenheiro agrônomo e o engenheiro de aplicação, Bernardo Norenberg. Guarda, destacará o FieldNET Advisor, ferramenta totalmente integrada ao consagrado FieldNET, para gerenciamento e manejo da operação de forma remota. O propósito do FieldNET Advisor é ajudar o agricultor a aplicar somente a quantidade de água necessária, permitindo que as plantas se desenvolvam sem entrar em estresse hídrico, atingindo o máximo do seu potencial produtivo. “Mas, isso tudo, com foco em reduzir os custos com energia, otimizar o uso da água, e claro, deslocamentos ao campo para operar e acompanhar o funcionamento dos pivôs”, acrescenta o especialista.

Ainda segundo Guarda, também será falado de tecnologia embarcada no pivô e o que está sendo desenvolvido para o futuro da irrigação. “Destacamos ainda o que podemos ter de novos dados e como será essa interação das informações através do novo conceito desenvolvido pela Lindsay, o Smart Pivot, um pivô que utiliza sensores, imagens de alta resolução e algoritmos avançados para monitorar a saúde das culturas e da máquina”, acrescenta o especialista. Ainda no mesmo painel, Norenberg, vai discorrer sobre a parte técnica dos pivôs Zimmatic, com foco principalmente em eficiência de aplicação e economia de energia. “Vou abordar as premissas de um projeto eficiente com foco no equipamento, ou seja, todos os fatores que podem melhorar a performance da operação economizando recursos. Além disso, comentarei sobre novas tecnologias de aspersão e como o conceito do Smart Pivot pode trazer ganhos operacionais.”, destacou o profissional.

O evento será realizado no formato presencial com transmissão parcial da programação técnico-científica pela internet. Espera-se uma participação de cerca de 1.500 pessoas nesses dois dias de evento. A inscrição é gratuita. A Lindsay estará representada no evento pelo seu time de especialistas e vendas, além da presença dos times da Irrigação Carriel e Irrigaterra, distribuidores das marcas Zimmatic e FieldNET no estado de Mato Grosso do Sul.

Sobre
A Lindsay América do Sul é o escritório local da americana Lindsay Corporation, com escritório em Campinas (SP) e fábrica em Mogi Mirim (SP) – Brasil. A empresa produz uma linha completa de sistemas de irrigação, representada pelas marcas Zimmatic™ e FieldNET™. Com sistemas de irrigação operando em mais de 90 países, a Lindsay atua na fabricação e distribuição de pivôs centrais, laterais e soluções de tecnologia de irrigação há mais de 55 anos, e tem sede global em Omaha, no estado do Nebraska, EUA.

Canal AgroRevenda

 

Papo de Prateleira

 

Newsletter

Receba nossa newsletter semanalmente. Cadastre-se gratuitamente.