Diretores da Aciagri e do inpEV se reúnem com ADAB

O presidente da Associação do Comércio de Insumos Agrícolas (Aciagri), Adilson de Campos, esteve na quarta-feira (15), em Barreiras, reunido com o coordenador regional da Agência Estadual de Defesa Agropecuária da Bahia (ADAB), Pedro José Custódio Neto e fiscais da Regional com o intuito de estreitar o relacionamento e propor melhorias nos procedimentos de fiscalização entre as entidades.

Também acompanharam a pauta, o coordenador de operações do Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias (inpEV) – que atua como núcleo de inteligência do Sistema Campo Limpo, Harthimes Gomes, a gerente da unidade de recebimento de embalagens vazias de Barreiras, Ana Mércia Brandi e o supervisor administrativo das unidades de Roda Velha e Rosário, Danilo Mendes Porfírio.

Segundo Adilson, a demanda surgiu, após uma dificuldade sazonal enfrentada pelos produtores, no cumprimento do prazo legal para a devolução das embalagens, especialmente na questão dos agendamentos, fato já discutido e ajustado em reunião com o diretor substituto de Defesa Sanitária Vegetal, Raimundo Ribeiro dos Santos, em Salvador, no mês passado.

“Foi uma reunião bastante produtiva do setor com o órgão fiscalizador, que prontamente compreendeu a dinâmica do Sistema e as dificuldades dos produtores” disse Adilson.

Deliberações – Entre as deliberações alinhadas pelas entidades está a construção de uma agenda positiva de conscientização junto aos produtores, especialmente no momento que as unidades de recebimento de Rosário e Barreiras estão habilitadas a receber materiais impróprios (produtos fabricados e comercializados regularmente no Brasil, registrados nos órgãos federais competentes, mas que estão com data de validade vencida ou embalagem avariada, impossibilitando seu uso), além de uma força tarefa para criar o hábito do agendamento prévio de devolução de embalagens e a organização do recebimento itinerante, em Wanderley, neste sábado (25).

“A base do Sistema Campo Limpo é a responsabilidade compartilhada. E a melhor forma para alcançar os resultados é através do diálogo, onde cada elo da cadeia produtiva assume seu compromisso para o bom funcionamento do Sistema”, reforçou Adilson.

De acordo com a legislação, aos produtores rurais cabe a responsabilidade de devolver as embalagens devidamente lavadas e inutilizadas nos locais indicados pelos agentes de distribuição na nota fiscal de compra. Os estabelecimentos comerciais e as cooperativas, por sua vez, além de fazerem essa indicação, dispor de um local adequado para o recebimento das embalagens. Aos fabricantes compete promover sua destinação final adequada e ao governo cabe a fiscalização, o licenciamento das unidades de recebimento e o suporte aos fabricantes na promoção de ações de educação ambiental e orientações técnicas necessárias. Hoje, o Brasil é referência mundial na destinação ambientalmente correta do material, encaminhando 94% de embalagens plásticas primárias para reciclagem ou incineração.

Aciagri – Atualmente a Aciagri conta com mais de 50 revendas e cooperativas associadas e gerencia três centrais Campo Limpo na região: Barreiras, maior do país em volume de recebimento; Roda Velha e Rosário – considerada a terceira maior do nordeste do país, além de outros três postos de recolhimento: Panambi, Coaceral e Campo Grande, retirando anualmente do meio ambiente mais de 3 mil toneladas do material.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Canal AgroRevenda

 

Papo de Prateleira