Desafios no período de creche em suínos

A creche é uma complexa fase de transição da vida dos suínos, onde os leitões deixam precocemente a maternidade e sua fonte principal de alimento (leite materno) e vão para um novo ambiente, uma nova formação social e passam a consumir, na maioria das vezes, um alimento seco (ração) e com componentes de origem vegetal. Para o produtor, conhecer os desafios e saber como superá-los pode ser fator chave para melhorar a produtividade e, consequentemente, a rentabilidade do seu negócio.

Os primeiros dias após o desmame são os mais críticos para a adaptação dos suínos a creche. Estudos, além da prática, mostram que nesta fase os leitões costumam consumir pouco, sendo assim envolvidos em um processo de balanço energético negativo, mobilizando reservas corporais e perdendo peso. O baixo consumo também acarreta desafios intestinais, impactando negativamente a digestibilidade dos nutrientes e aumentando o risco de diarreias.

Preparar o leitão ainda na maternidade pode ser vital. Estimular o consumo de ração nesta fase ajuda a adaptação e o reconhecimento do alimento após o desmame. Esta ração precisa ser de alta digestibilidade e de base láctea, porém deve “sutilmente” apresentar para os leitões o conteúdo vegetal dos grãos e cereais afim de estimular o seu sistema enzimático digestório.

MANEJO DE CRECHE EM SUÍNOS

Outra ferramenta importante é um bom protocolo alimentar nos primeiros dias de creche. Esta é uma fase de transição, da interrupção do consumo do leite materno. Nesta fase, algumas tecnologias que estimulam o consumo e a digestibilidade da ração, que diminuam os fatores antinutricionais e garantam a saúde intestinal, podem ajudar na transição para a fase de rápido crescimento, que costuma ser baseada em dietas mais simples e de menor custo.

Esta transição adequada também contém um fator multiplicador sobre o ganho de peso nas fases subsequentes. Conhecer aspectos fisiológicos dos leitões e os desafios do desmame, aliado a uma nutrição de alta tecnologia e manejos adequados na creche, fazem toda a diferença na produtividade da suinocultura, além, é claro, no bolso do produtor.

* Felipe Ceolin é Consultor Técnico Nacional de Suínos da Cargill Nutrição Animal

Fonte: Assessoria de Imprensa