Corteva: soluções para controle de nematoides

De 26 a 30 de maio, a Corteva AgriscienceTM, Divisão Agrícola DowDuPont, estará presente no 36º Congresso Brasileiro de Nematologia – que tem como objetivo trazer  os temas nematológicos trabalhados na ciência para a realidade do campo. Promovido pela Sociedade  Brasileira de Nematologia e organizado pelo Instituto Federal Goiano – Campus Urutaí, Embrapa Hortaliças e Universidade Federal de Goiás, o evento conta ainda com o apoio da Universidade de Maringá e da Universidade Federal de Uberlândia, e, terá uma programação repleta de palestras  e mesas redondas abordando as temáticas: nematoides em hortifruticultura; manejo de solo no controle de nematoides; indução de resistência de plantas a nematoides; biologia molecular na nematologia; manejo de nematoides nas culturas da cana-de-açúcar, soja, milho e algodão.

Nesta edição, que ocorre na cidade de Caldas Novas (GO), a Corteva apresentará painéis sobre o controle de nematoides e a eficácia de uma nova tecnologia, que deve chegar ao mercado nos próximos anos, a fim de minimizar os prejuízos que os nematoides proporcionam aos agricultores brasileiros. “A Corteva vem desenvolvendo uma solução, que tem demonstrado resultados eficientes no combate deste problema. Pesquisas focadas na cultura da soja, demonstram, por exemplo, que a infestação de nematoides vem crescendo, e que hoje, no Brasil, quase 50% das áreas já são identificadas pelos agricultores, algum nível de infestação nas áreas cultivadas. Na agricultura brasileira, segundo a Sociedade Brasileira de Nematologia (SBN), as perdas são estimadas em R$ 35 bilhões por ano, sendo R$ 16, 2 bilhões estimados somente para a cultura da soja. Por isso, para a Corteva é fundamental investir numa tecnologia que vai impactar de maneira tão positiva a agricultura nacional”, explica José Eduardo Ferreira Silva – Líder de Programas de Novos Projetos da Corteva AgriscienceTM, Divisão Agrícola DowDuPont.

Sobre a Divisão Agrícola da DowDuPont – Corteva Agriscience™, Divisão Agrícola da DowDuPont (NYSE: DWDP), pretende se tornar uma empresa independente e de capital aberto após a separação previamente anunciada, prevista para ocorrer até junho de 2019. A divisão combina os pontos fortes da DuPont Pioneer, DuPont Proteção de Cultivos e Dow AgroSciences, fornecendo aos produtores em todo o mundo o portfólio mais completo da indústria, com um sólido portfólio de química ativa e tecnologias em sementes. Para mais informações, acesse www.corteva.com.

Fonte: Assessoria de imprensa