18 de outubro de 2013

Cooperativa Batavo apresenta projeto para instalar filial no Tocantins

A Cooperativa Batavo Agroindustrial, com sede no Paraná, região Sul do País, deve montar uma filial no Tocantins. O projeto de instalação foi apresentado em Palmas, na manhã desta quinta-feira, dia 17, ao secretário executivo da Agricultura e Pecuária (Seagro), Ruiter Padua, em seu gabinete. A intenção dos empresários é trabalhar no cultivo de soja, milho, feijão e produção de sementes, podendo expandir para atividades como suinocultura, avicultura e produção de leite.

O diretor vice-presidente da cooperativa, Gaspar João de Geus, explicou que o interesse pelo Tocantins surgiu a partir do crescimento econômico que o Estado tem obtido nos últimos anos, aliado às condições climáticas e de logística. “No Paraná, vemos que não há mais espaço para o crescimento que queremos, enquanto o Tocantins desponta. Achamos que é o momento de vir para cá”, declarou.

Os investimentos iniciais previstos são na ordem de R$ 35 milhões, explicou o gerente de Novos Negócios da Batavo, Mário Dykstra. Segundo ele, ao final da instalação da filial, o valor pode chegar a R$ 150 milhões investidos. A previsão da cooperativa é que, após instalada, gere 80 empregos diretos e mais de uma centena de vagas indiretas. “A intenção é trazer cooperados do Sul, mas também fazer parcerias com cooperativas já existentes na região”, disse.

Padua falou sobre as potencialidades do Estado e o interesse do Governo em receber novos investidores, enquanto o diretor de Planejamento e Empreendimentos Estratégicos da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação, André Pugliesi, comentou sobre os incentivos fiscais que o Governo oferece e a contrapartida que o Estado poderia dar para receber a cooperativa.

Canal AgroRevenda

 

Papo de Prateleira

 

Newsletter

Receba nossa newsletter semanalmente. Cadastre-se gratuitamente.