Conselhos da Fiesp realizam reunião conjunta

Nesta segunda-feira, dia 3 de dezembro, o presidente da Comissão de Agricultura – CAE da Alesp, deputado Itamar Borges, participou da reunião conjunta de três conselhos superiores da Fiesp – do Agronegócio (Cosag), de Comércio Exterior (Coscex) e de Meio Ambiente (Cosema). Ao abrir o encontro, o presidente da Fiesp, Paulo Skaf, destacou que esta era a milésima reunião dos conselhos superiores da Federação e  explicou que a reunião conjunta, com a presença também da deputada federal Tereza Cristina, anunciada como ministra da Agricultura a partir de 2019, teria grande riqueza de visões.

Jacyr da Costa, presidente do Cosag, conduziu o evento e destacou o trabalho em conjunto com Walter Lazzarini, presidente do Cosema, e de Rubens Barbosa, presidente do Coscex. A reunião contou com uma exposição da Agenda Legislativa feita pela senadora eleita por São Paulo Mara Gabrilli, que destacou a importância do agronegócio para o mundo, a força da atividade no Brasil e se colocou à disposição do setor. Também lembrou que hoje é o dia internacional da pessoa com deficiência. “Trabalhar com políticas sociais e de inclusão é fomentar o desenvolvimento econômico e sustentável em nosso país. Contem comigo como a senadora que se apaixonou pelo agro. Tudo fica rápido e eficiente quando há sinergia entre Legislativo, Executivo e sociedade civil”, disse.

O ex-ministro da Agricultura e conselheiro do Cosag Roberto Rodrigues apresentou o Plano de Estado para o Agronegócio e explicou que a ideia foi fazer um plano de Estado para a agricultura, cobrindo 12 anos e transformando o Brasil em campeão mundial de segurança alimentar. “Não é um plano para o agro, é para o país, um plano para a paz, porque não há paz quando há fome. O agronegócio oferece ao Brasil essa possibilidade”, disse.

Seis temas fundamentais são abordados na agenda. Entre eles equilíbrio fiscal, segurança alimentar, política econômica, logística e comércio, segurança jurídica, sustentabilidade, defesa agropecuária, incluindo o setor industrial. Gestão no campo também tem algumas questões ligadas ao governo. Agroenergia ratifica questões colocadas pelo RenovaBio.

Pedro Parente, presidente do Conselho da BRF, comentou o Plano do Estado na visão do Setor Privado. Já Gustavo Diniz Junqueira, que será secretário estadual de Agricultura, mostrou a visão do próximo governo paulista sobre o plano de Estado.

Tereza Cristina, anunciada como ministra da Agricultura do próximo mandato presidencial, expôs a visão do próximo governo federal sobre o plano de Estado para o agronegócio. “Chegou o tempo da agropecuária brasileira. Precisamos unir esforços e conscientizar nossa sociedade sobre o bem que o setor faz ao país”, disse. O diretor de Relações Institucionais do Grupo Tereos, Roberto Perosa, também esteve presente na reunião.

Fonte: Assessoria de Imprensa