AgroNotícias por Mauricio Picazo Galhardo

PROGRESSO – No dia 12 de maio de 2016, data em que assumiu o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi já sabia o que fazer. O trabalho baseou-se em duas linhas mestras. Primeira, a abertura de novos mercados para o agronegócio. Segunda, a montagem de uma estrutura para reduzir a burocracia “que impera sobre aqueles que trabalham na produção agropecuária.” Dois anos depois a colheita deu resultados.

MAÇAS. As vendas de maçãs estiveram em bom ritmo na semana (7-11), de acordo com colaboradores do Hortifruti/Cepea. Em Fraiburgo (SC), a cotação média da fuji graúda Cat 1 foi de R$ 68,00/cx de 18 kg de 7 a 11 de maio, alta de 5% sobre a semana anterior. A demanda aquecida, devido ao período de início de mês, impulsionou as vendas. Além disso, com o fim da colheita, a oferta diminuiu.

SOJA – A Embrapa Soja promove o 8º Congresso Brasileiro de Soja (CBSoja), no Centro de Convenções de Goiânia (GO), de 11 a 14 de junho de 2018, com programação pautada nos desafios de produção da cadeia produtiva da soja e nas inovações para a cultura. A 8ª edição do Congresso contará com palestrantes nacionais e internacionais. Ao longo de 4 dias, serão realizadas 5 conferências, 16 painéis temáticos e 50 palestras.

COOPERAÇÃO – Mais um passo importante para fortalecer o desenvolvimento da pesquisa agropecuária no cenário internacional. No dia 4 de maio, o presidente da Embrapa Mauricio Lopes recebeu o presidente do Instituto Nacional de Pesquisa Agronômica (Inra), Phillipe Mauguin, para a renovação do Memorando de Entendimento firmado entre as duas instituições, por um perído de mais cinco anos (até 2023).

SOLUÇÕES – A FMC Agricultural Solutions irá participar da 11ª edição da AgroBrasília, realizada de 15 e 19 de maio pela Cooperativa Agropecuária da Região do Distrito Federal (Coopa-DF). A feira de tecnologias e negócios é voltada para pequenos, médios e grandes produtores rurais. A organização espera receber mais de 100 mil visitantes e 400 expositores.

LIMÕES – Uma pesquisa realizada por um grupo de cientistas da Universidade da Flórida desenvolveu limões roxos que são capazes de prevenir a diabetes e a obesidade. Foram utilizados genes isolados da casca da uva vermelha e do gomo da laranja sanguínea, conhecida em alguns lugares do país como laranja-de-sangue ou laranja vermelha.

CACAU – Cientistas da Universidade Estadual da Pensilvânia estão trabalhando em um projeto que pretende modificar geneticamente o cacaueiro para diminuir a incidência de doenças na planta. No ano passado, segundo os pesquisadores, houve perda de aproximadamente 30% das vagens da colheita no mundo todo.

Textos: Mapa | Cepea | Esalq | Embrapa | Agrolink