Agrocampo – Um negócio de família

A revenda de Uberaba faz história com bom atendimento, colaboradores treinados e portfólio com mais de dez mil itens.

A Agrocampo, que fica em Uberaba, no Triângulo Mineiro, é conhecida na cidade, na região e em todo o País pela especialização em algumas linhas para reprodução animal. A revenda de família é um sucesso por priorizar qualidade e atendimento. A loja foi fundada pelo engenheiro Fernando Alves de Paiva e por sua esposa, a empresária Tania Mara Prata de Paiva, em 1996. Enquanto trabalhava duro para consolidar o negócio da revenda, o casal se dedicou a atividades individuais ao mesmo tempo em que cuidava da formação dos filhos Paulo Fernando, João Paulo, Pedro Paulo e Ana Paula. O patriarca fez o negócio crescer e se consolidar enquanto preparou os sucessores, transferindo o conhecimento, a experiência e o poder de comando para os filhos, passando a ser um conselheiro a partir de 2006.

O empreendimento, que começou em um terreno pequeno, padrão em áreas urbanas populares, atualmente está instalado em 4.500 metros quadrados. O portfólio de produtos lista mais de 10 mil itens. O sistema relaciona produtos veterinários, hormônios de reprodução, vacinas, nutrição animal, insumos para silagem, selaria, ordenhadeiras, defensivos agrícolas, ferragens e acessórios para horticultura, de aproximadamente 15 grandes marcas da indústria nacional e internacional. Além de uma cobiçada carteira de clientes que lista nomes desde os consumidores da cidade – que chegam ao balcão para compras ocasionais, até grandes empresas rurais, como criatórios e fazendas – que demandam negociações especiais com prazos estendidos e logística personalizada. “Todo cliente é importante e todos os envolvidos com a revenda concordam que o sucesso desse negócio deve-se ao nível de atenção direcionada, tanto ao consumidor quanto ao fornecedor. O relacionamento direto com a indústria possibilita manter um estoque suficiente para suprir demandas grandes. Consequentemente, um volume maior favorece a competitividade e essas bases nos permitem negociar prazos. Porém, até a antiga caderneta ainda funciona aqui”, conta o engenheiro Pedro Paulo Prata Borges de Paiva, que hoje comanda o negócio, enquanto mostra o mais novo setor anexo do empreendimento, o Pet Shop Agrocampo, que tem espaço de sobra, estacionamento coberto e corredores de prateleiras lotadas de rações, acessórios e medicamentos, além dos serviços de banho, tosa e vacinação.

Inspirados no CEO da Agrocampo, que é empreendedor como o pai e individualmente investe em startups, os atendentes são verdadeiros camaleões quando lançam mão de toda modalidade e plataforma de vendas para garantir o faturamento da empresa. “Tem de tudo na loja. Há o freguês antigo que assina nota, aquele que compra e pede entrega por telefone, aquele que prefere vir e negociar no balcão e o consumidor on-line. Não temos um e-commerce ativo em tempo integral, mas fazemos ofertas e promoções ocasionais na web”, diz Pedro Paulo.

Com o passar dos anos, a evolução da Agrocampo também pode ser observada no volume e no preparo dos seus colaboradores. “No início, eram só meu pai e dois funcionários. Hoje, a empresa tem 35 colaboradores. Muitos já concluíram curso superior e outros estão estudando para obter algum tipo de graduação. A maior parte do pessoal é treinada e conhece a loja como a palma da mão. Nós também recebemos estagiários de escolas de Ciências Agrárias. Isso nos orgulha tanto quanto o baixo índice de rotatividade de pessoal. Pode ver na foto que tem gente bem experiente”, relata, sorrindo, o empresário.

Quem passa por Uberaba pode visitar a Agrocampo em horário de expediente diferenciado, das 7h15 às 17h30, e aos sábados. A loja, que serve um café aromático e tradicional, fica bem perto do aeroporto da cidade, em uma rota que liga pontos de referência do turismo gerado pela pecuária seletiva, particularmente movimentado durante megafeiras de gado, como as mundialmente famosas ExpoZebu, ExpoGenética e Expoinel. A empresa mantém perfis em redes sociais e também um sítio virtual que pode ser acessado em www.agrocampo.com.br

* Texto e fotos: Márcia Benevenuto