AgroBalsas 2019:  Soja RTRS no Maranhão

Mais de 25% da área plantada com soja no estado é certificada RTRS.

Com o tema “Valorização territorial do MATOPI”, a 17ª edição da AgroBalsas será realizada entre 20 e 24 de maio, em Balsas-MA. O tradicional evento é organizado pela FAPCEN (Fundação de Apoio à Pesquisa do Corredor de Exportação Norte) e tem como objetivo estimular e divulgar o agronegócio desenvolvido na região de Balsas-MA, que engloba 18 municípios.

Por mais um ano, a Associação Internacional de Soja Responsável (RTRS) é uma das instituições apoiadoras do evento, com intuito de fomentar a produção, o processamento e a comercialização responsável da soja responsável na região. O padrão RTRS é uma importante ferramenta para que os produtores cumpram os requisitos legais e boas práticas empresariais, apresentem condições de trabalho e relações comunitárias responsáveis, preservem o meio ambiente e realizem práticas agrícolas adequadas.

De acordo com o Consultor Externo da RTRS, Cid Sanches, os produtores do Maranhão estão cada vez mais preocupados em seguir as normas e princípios da RTRS. “Mais de 25% da área plantada com soja no estado é certificada. São 37 propriedades, 233 mil hectares plantados, o que resulta em mais de 875 mil toneladas de soja. Esses dados evoluem a cada ano, demonstrando o potencial de crescimento da região”, analisa.

Iniciativas de produção sustentáveis como as que a RTRS promove são essenciais para auxiliar o desenvolvimento do estado. O intuito da entidade é contribuir para a conservação dos recursos naturais, a governança das atividades produtivas e o bem estar social de trabalhadores, produtores rurais e comunidades locais. Dessa forma, são impulsionadas as oportunidades econômicas da região, além de promover o aumento da eficiência da produção de soja brasileira.

De acordo com a membro do comitê executivo da RTRS e Superintendente da FAPCEN, Gisela Introvini, a introdução da RTRS nas propriedades do MATOPI é fundamental para auxiliar a gestão de todas as áreas do negócio. “Antes, muitos setores das fazendas não possuíam comunicação. Depois da certificação isso mudou e temos depoimentos de produtores dizendo que o comprometimento dos colaboradores e a maior interação entre todas as áreas reverte em produtividade na soja”, observa.

AgroBalsas – A AgroBalsas é um dos principais eventos voltado ao agronegócio na região do MATOPIBA. A organização do evento espera receber mais de 80 mil pessoas durante os cinco dias de programação. Os expositores somam aproximadamente 400 empresas e o evento conta com o apoio de diversos parceiros, como Governo do estado, prefeitura municipal e instituições bancárias e federais.

A programação do evento conta com apresentação de vitrines para workshop sustentável cultural, 2° Encontro das mulheres do agronegócio, 1° Fórum estadual da qualidade de produtos de origem vegetal, cursos, treinamentos e palestras sobre agroindústria.

Entre os palestrantes, está o Consultor Externo da RTRS, Cid Sanches, que irá enfatizar a certificação RTRS e a nova demanda mundial. José Luiz Tejon – considerado uma das maiores autoridades da gestão de vendas, marketing em agronegócio e liderança – irá debater o tema “Desafio agronegócio: o dobro até 2024. É possível?”.

Destaque também para o Presidente e Diretor Executivo do Instituto Earth Innovation, Daniel Nepstad, que ministrará a palestra “Perspectivas para a valorização territorial do MATOPI” e Olaf Brugman, Diretor de Sustentabilidade do Sicredi, responsável por abordar o tema “Sustentabilidade: exigência dos mercados internacionais”.

As demais palestras irão discutir a relação entre indústria e comércio e as exigências de mercado, objetivos de desenvolvimento sustentável da ONU, políticas de sustentabilidade e compromissos para cadeias produtivas livre de desmatamento, ações climáticas e reflexo na produtividade, gestão territorial inteligente, entre outros temas.

Sobre a RTRS – Fundada em 2006, a Associação Internacional de Soja Responsável (RTRS) é uma organização internacional pioneira formada pelos principais representantes da cadeia de valor da soja, como produtores, indústria, comércio, finanças e a sociedade civil. Os atores dessas diferentes áreas se reúnem em torno de um objetivo comum, garantindo o diálogo e a tomada de decisão por consenso. A missão da entidade é promover o uso e o crescimento da produção sustentável de soja e, por meio do Padrão RTRS de Produção de Soja Responsável, aplicável mundialmente, garantir uma produção ambientalmente correta, socialmente adequada e economicamente viável. É hoje o sistema mais confiável e avançado do mercado de soja brasileiro para alcançar a sustentabilidade. Atualmente, a RTRS conta com mais de 180 membros dos países do mundo inteiro. Os princípios e critérios da RTRS são considerados um padrão multipartes que garante o Desmatamento Zero na produção de soja responsável. www.responsiblesoy.org/pt.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Canal AgroRevenda

 

Papo de Prateleira