Agro Amazônia vai abrir 4 filiais por ano até 2023

A Agro Amazônia Produtos Agropecuários Ltda, empresa com trinta e cinco anos de atividades na Região Centro Oeste e Norte do Brasil, vai abrir quatro filiais por ano até 2023 e pretende tornar-se o maior distribuidor de insumos agropecuários do país.

A informação é do presidente da empresa, Roberto Motta, em entrevista exclusiva à Revista AgroRevenda, edição 78. “De 2015 a 2018, nosso faturamento cresceu muito, chegando a dobrar. Agora, nosso desafio é ainda mais complexo. Tornar-se o melhor e maior distribuidor de insumos agropecuários do Brasil. Estamos abrindo quatro filiais por ano e queremos chegar a cinquenta e uma filiais em 2023. E focar bastante nosso negócio nos seis estados do Norte e do Centro-Oeste”, informou o executivo.

Em 2015, a empresa e a multinacional japonesa Sumitomo Corporation anunciaram um acordo para a aquisição, pela Sumitomo, de 65% de participação na distribuidora brasileira. No fim do ano passado, o grupo adquiriu os 35% restantes de participação e se tornou o único acionista.

A Agro Amazônia chega a 2019 exibindo uma estrutura de 32 filiais instaladas em seis estados: Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Tocantins, Goiás e Rondônia. São aproximadamente 480 colaboradores, atendimento a vinte mil clientes e portfólio variado, de insumos a serviço de Agricultura de Precisão.

“A Agro Amazônia hoje é integralmente Sumitomo Corporation, uma megaempresa multinacional japonesa com ação local. E presente no mundo inteiro. Vou permanecer aqui, ajudando a Sumitomo a atingir os objetivos que nós temos. E são vários, tanto de crescimento orgânico como inorgânico. Sempre colocando em prática a filosofia da Agro Amazônia, cumprindo a nossa missão, promovendo nossos valores em busca da nossa visão”, ratificou Roberto Motta.

Acompanhe a reportagem completa pela edição digital da Revista AgroRevenda: agrorevenda.com.br

Fonte: Exclusivo Grupo Publique