Aciagri retira 1,5 tonelada de embalagens de defensivos

As ações itinerantes de recebimento de embalagens vazias de defensivos agrícolas organizadas pela Associação do Comércio de Insumos Agrícolas (Aciagri), entre os dias 23 a 26 de julho, somaram mais de 1,5 tonelada do material retirada do meio ambiente.

Ao total foram quatro ações que beneficiaram pequenos agricultores que possuem propriedades situadas nos distritos de irrigação implantados pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) nos municípios de Barreiras, Riachão das Neves e São Desidério, no oeste baiano.

A ação que consiste no recebimento temporário de embalagens vazias em locais próximos às propriedades rurais como forma de promover a devolução destes resíduos pós-consumo ao Sistema Campo Limpo (logística reversa de embalagens vazias de defensivos agrícolas) teve o apoio do Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias ( inpEV)- que atua como núcleo de inteligência do Sistema Campo Limpo, da Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab) e das prefeituras municipais.

Todo o material recebido foi encaminhado à Central Campo Limpo de Barreiras, onde receberá a destinação correta, reciclagem ou incineração pelo inpEV – instituto que representa a indústria fabricante de defensivos agrícolas para a destinação das embalagens vazias de seus produtos.

Sistema Campo Limpo – O Sistema Campo Limpo é a denominação do programa gerenciado pelo inpEV para realizar a logística reversa de embalagens vazias de defensivos agrícolas no Brasil. Abrangendo todas as regiões do país, o Sistema tem como base o conceito de responsabilidade compartilhada entre agricultores, indústria, canais de distribuição e poder público, conforme determinações legais.

Hoje, cerca de 94% das embalagens plásticas primárias (que entram em contato direto com o produto) e 80% do total de embalagens vazias de defensivos agrícolas que são comercializadas têm destino certo. Podem ser encaminhadas para reciclagem 95% das embalagens colocadas no mercado, desde que tenham sido corretamente lavadas no momento de uso do produto no campo. As embalagens não laváveis (cerca de 5% do total) e aquelas que não foram devidamente lavadas pelos agricultores são encaminhadas a incineradores credenciados. Esses índices transformaram o Brasil em líder e referência mundial no assunto. Em segundo lugar vem a França, com 77%, seguida pelo Canadá, com 73%. Os Estados Unidos vêm em 9º lugar, com 33%.

Aciagri – Entidade sem fins lucrativos criada no ano de 2003 pelos distribuidores de defensivos agrícolas do oeste baiano. Atualmente a entidade conta com mais de 50 revendas e cooperativas associadas e gerencia três centrais Sistema Campo Limpo na região: Barreiras, maior do país em volume de recebimento; Roda Velha e Rosário – Considerada a terceira maior do nordeste do país, além de outros três postos de recolhimento: Panambi, Coaceral e Campo Grande. Por ano, mais de 3 mil toneladas do material são retiradas do meio ambiente.

Fonte: ACIAGRI


Compartilhar:

Email Facebook LinkedIn Twitter Print

Canal AgroRevenda

 

Papo de Prateleira