ACIAGRI finaliza trabalho de auditoria interna e instrui associados em Meio Ambiente e Trabalho

Após percorrer 34 canais de distribuição de insumos agrícolas no oeste da Bahia e parte de Goiás, a Associação do Comércio de Insumos Agrícolas (Aciagri) encerrou com um saldo positivo, o trabalho de auditoria interna com foco no cumprimento de condicionantes das licenças ambientais.

A iniciativa começou em abril passado, e teve como objetivo de orientar gerentes e gestores de revendas e cooperativas agrícolas sobre as exigências do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Estado da Bahia (INEMA-BA), além do Ministério do Trabalho e Corpo de Bombeiros, a fim de evitar autuações durante as fiscalizações e de garantir a boa gestão dos recursos naturais da região e a segurança do trabalhador, conforme relata o presidente da Aciagri, Adilson de Campos.

“Esse trabalho de auditoria aconteceu de forma individualizada e contemplou a análise detalhada das condicionantes previstas para cada estabelecimento, seguida da emissão de um relatório apontando eventuais falhas e sugerindo as resoluções adequadas, sempre trabalhando em consonância com os consultores das empresas e os sócios-proprietários”, ressaltou. A ação foi realizada por uma empresa especializada em licenciamento ambiental e segurança do trabalho sob a supervisão de profissionais da própria Associação.

Segundo Adilson, atualmente, para a atividade de armazenagem de defensivos agrícolas são exigidas mais de 20 condicionantes ambientais, dentre as quais os programas de Gerenciamento de Riscos (PGR) e de Educação Ambiental (PEA), além de outras na área de segurança do trabalho como os programas de Prevenção de Riscos Ambientais (PPRA), de Controle Médico de Saúde Ocupacional (PCMSO), implantação de sistemas de combate a incêndio e pânico, execução de treinamentos e cursos atentos as normas regulamentadoras (NRs), e ao próprio funcionamento do estabelecimento como alvarás e Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB). “Podemos afirmar que esse trabalho foi um “check-up”, pois foram verificadas todas as documentações exigidas pelos órgãos fiscalizadores a nível municipal, estadual e federal”, pontuou o presidente da Aciagri.

Para o gerente operacional, Adriano Silva dos Santos, o trabalho culminou com os interesses da revenda, pois “através desta ação foi possível levantar, através de um trabalho em conjunto com a assessoria interna, algumas premissas que aguardavam revisões e atualizações, bem como, uma oportunidade para sanar outras dúvidas”, disse.

Fonte: Assessoria de Imprensa Aciagri