23 de junho de 2022

Acaricida Sipcam Nichino age em várias ácaros do café

Ácaros da mancha-anular e vermelho causam queda de folhas, reduzem a produtividade e depreciam frutos do cafeeiro. Tratamento da cultura com defensivos e bioestimulantes de ponta entregam mais sanidade e vigor às plantas.

A companhia de origem ítalo-japonesa Sipcam Nichino tem investido recursos em estudos voltados à proteção do cafeeiro brasileiro. Presente entre as empresas líderes do mercado de agroquímicos, a companhia tornou-se conhecida pelo robusto portfólio de soluções que distribui para a cultura. Além do inseticida Trebon® 100 SC e de uma Plataforma de Bioestimulantes de alta tecnologia, a Sipcam Nichino colhe também resultados significativos no café com a aplicação do acaricida Fujimite® 50 SC.

Conforme a empresa, Fujimite® 50 SC é um produto com amplo espectro de ação sobre as fases jovens, adultas e os ovos de ácaros que incidem no cafeeiro, principalmente o ácaro da mancha-anular e o ácaro vermelho. O primeiro, em geral, ocasiona desfolha, queda prematura de folhas e frutos e reduz a produtividade de lavouras. O segundo, igualmente prejudicial à produção, deixa folhas do café amareladas e diminui a fotossíntese de plantas.

Segundo o engenheiro agrônomo Vitor Cabral Araújo, da área de desenvolvimento de mercado da Sipcam Nichino, o acaricida Fujimite® 50 SC age por contato e ingestão, é seletivo ao cafeeiro e a insetos benéficos à cultura. “Trata-se de um produto com encaixe altamente eficaz na prática do MIP ou manejo integrado de pragas”, resume Araújo.

O agrônomo também destaca a importância agronômica do emprego de bioestimulantes no cafeeiro. De acordo com Araújo, a plataforma da empresa, formada pelas soluções Abyss®, Blackjak®, Stilo® Verde e Nutex® Premium, entrega mais vigor às plantas do café, sobretudo diante de condições ambientais que culminam no estresse ou na deficiência nutricional. “Pesquisas da equipe técnica da Sipcam Nichino demonstraram que o estresse hídrico, por exemplo, leva a perdas potenciais representativas no tocante à produtividade e rentabilidade do cafeicultor”.

Em relação ao inseticida Trebon® 100 SC, Vitor Araújo ressalta que o produto demonstra ser uma ferramenta estratégica ao controle da broca-do-café, praga dotada de alto potencial para ocasionar prejuízos à produção do grão. “Funciona na hora, logo depois de aplicado, controlando mais de 80% da população do inseto.”

Criada em 1979, a Sipcam Nichino resulta da união entre a italiana Sipcam, fundada em 1946, especialista em agroquímicos pós-patentes e a japonesa Nihon Nohyaku (Nichino). A Nichino tornou-se a primeira companhia de agroquímicos do Japão, em 1928, e desde sua chegada ao mercado atua centrada na inovação e no desenvolvimento de novas moléculas para proteção de cultivos. De acordo com a direção da companhia, mais de 20 produtos da marca serão introduzidos no mercado brasileiro até 2025.

Canal AgroRevenda

 

Papo de Prateleira

 

Newsletter

Receba nossa newsletter semanalmente. Cadastre-se gratuitamente.