ABCB Senepol amplia equipe técnica para atender à demanda de criadores pelo programa PMGS

Eles participaram de treinamento na última semana para, além do registro de animais, auxiliarem os criadores nos projetos de melhoramento do rebanho a partir do PMGS.

Com a expansão do Programa de Melhoramento Genético do Senepol (PMGS), que já conta com cerca de 120 criatórios participantes, a ABCB Senepol ampliou o quadro de técnicos credenciados para atender os criadores de todo o Brasil. A entidade começou 2019 com 32 profissionais (em 2018, eram 20) que, agora, estão tendo uma atuação mais ampla.

“A partir desse ano, todos os técnicos do Serviço de Registro Genealógico também são auditores e certificadores do PMGS. Com isso, eles darão todo o suporte necessário aos criadores para o melhor uso das ferramentas de seleção disponibilizadas pelo programa”, explica o superintendente Técnico da ABCB Senepol, Celso Menezes.

Antes de assumir a nova atribuição, a equipe participou de um intenso treinamento técnico, realizado de 12 a 15 de fevereiro, em Lins/SP. Durante o “Curso de Capacitação Técnica do PMGS e Atualização do Serviço de Registro Genealógico da raça Senepol”, especialistas em melhoramento genético, registro e certificação de carne apresentaram o funcionamento do PMGS, que é baseado em quatro pilares: Serviço de Registro Genealógico, Provas Zootécnicas, Melhoramento Genético e Seleção Genômica. “O Senepol tem dois marcos importantes em sua história no Brasil. O primeiro deles é a chegada dos animais ao País no ano 2000. E o segundo é a criação do PMGS, que tem como objetivo nortear os trabalhos de cada criador na seleção, no melhoramento e desenvolvimento da raça Senepol. O criador contará com o auxílio dos técnicos em todas as etapas do programa, o que lhes permitirá dar um grande salto de qualidade em seu rebanho”, assegura o técnico Rafael Pacheco, que atua na entidade desde 2006.

Os 32 técnicos da entidade terão pela frente o desafio de atender a um quadro de associados que só cresce. Em 2012, cinco profissionais atendiam 133 associados. Agora, são 913 criatórios atendidos, sendo 646 associados e 267 não associados. Para o técnico Marcelo Felício que, desde 2016, percorre o Brasil registrando animais Senepol, a nova atribuição da equipe técnica contribuirá para a maior evolução genética dos rebanhos. “A grande adesão dos criadores ao PMGS sinaliza que há uma grande demanda pelas ferramentas de seleção oferecidas pelo programa. A raça Senepol evoluiu bastante nos últimos anos e a avaliação dos rebanhos pelo PMGS é uma forma de garantir que esse avanço tenha continuidade”, destaca Felício, que reforça o fato de a adesão ao programa ser totalmente gratuita.

Na visão do técnico Douglas Basílio, a capacitação permitiu o nivelamento das informações relativas aos critérios de seleção da raça. “Durante a aula prática do curso, tivemos a oportunidade de aplicar todas as regras apresentadas nas palestras técnicas. Avaliamos um grande número de animais. É fundamental trabalharmos todos dentro de uma mesma metodologia para garantir um avanço genético homogêneo da raça em todo o País”, diz Basílio, que atua como técnico da ABCB Senepol desde 2016 na região de Mato Grosso.

Segundo o superintendente Técnico Celso Menezes, o treinamento é realizado todos os anos pela associação para garantir que todos trabalhem de forma alinhada ao regulamento do Serviço de Registro Genealógico. “Precisamos garantir que o serviço prestado no campo, tanto na área de registro quanto de melhoramento, tenha o rigor e a qualidade necessária para permitir que apenas animais dentro do padrão racial e com boa avaliação genética sejam multiplicados. Quando um animal fora dos padrões exigidos é utilizado para reprodução, pode desencadear a multiplicação de características morfológicas e de desempenho indesejáveis, comprometendo o sucesso da raça”, explica Celso.

Outra novidade apresentada durante o curso foi o aplicativo desenvolvido para otimizar a coleta e o envio de dados dos rebanhos diretamente para o banco de dados da associação. Os dados coletados no momento da inspeção para registro serão enviados por meio do aplicativo, que funciona mesmo sem acesso à internet, tornando todo o processo mais rápido e seguro. O aplicativo foi desenvolvido especialmente para a ABCB Senepol pela empresa de tecnologia JetBov, pioneira no Brasil em softwares para gestão zootécnica/econômica de fazendas que atuam na produção de gado de corte, incluindo todas as etapas: cria, recria e engorda.

Com esse investimento na ampliação e na capacitação de seu corpo técnico, a ABCB Senepol se prepara para acompanhar o forte crescimento que a raça vem mostrando nos últimos anos. A entidade possui atualmente em seu banco de dados mais de 100 mil animais registrados, um crescimento de mais de 300% desde 2012.

Outro curso de capacitação previsto para 2019 é o de “Avaliação de Carcaça”. Segundo o presidente da ABCB Senepol, Pedro Crosara, os técnicos serão treinados para que possam atuar como Avaliadores de Carcaça Padrão na concessão do selo de garantia da carne Senepol, o SQA.


Compartilhar:

Email Facebook LinkedIn Twitter Print

Canal AgroRevenda

 

Papo de Prateleira